[…]”Sempre que alinho uns apontamentos esparsos, nunca falta um João que me pergunte o que tem uma coisa com outra. É o mesmo que, vendo alguém no campo uns animais, indagasse atônito: mas que tem uma vaca com um cavalo, um cavalo com uma ovelha, uma ovelha com uma lagartixa, uma lagartixa com um avestruz?

Qualquer menininho sabe que não há nada mais natural do que isso.

Só tem que, no meu campo de criação, aparecem por vezes hipogrifos…”

Mário Quintana, “Do Primeiro ao Quinto”, In: A vaca e o hipogrifo (1977).